segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

sempre um

Um término é sempre um término
É sempre um fim
É sempre um começo

Um começo é sempre um fim
Sempre um início
Sempre assim
Doi ou não
É ou não
Sempre tem
Nós no meio
Sempre nós no meio desse sei la o que
desconhecido
imprevisível
um monte de futuro
que a gente nem sabe
Que vira a mente
mexe com a gente
e coloca o corpo
num novo estado
um novo eu
um novo pedaço de vida
um término é sempre um
um término é sempre um

fim

Hoje um amigo morreu
e minha relação morreu também
Hoje eu morri um pouquinho

e nem sei pelo que fico mais triste

Sei que os mortos seguem
vida pra além-barco
e os corações quebrados

também

Como defuntos encontrar vida nova
além das águas
novos lugares, portos, moradas

Nem sei pelo que fico mais triste

Hoje todos morreram um pouco
morreram dessa vez
e hão de ressuscitar




dum

eu amo você
mas você é um puta dum egoísta
puta
eu amo você
mas não da
não da pra amar 
não da
se você não
que adianta?
eu amo você
mas você é um
puta
dum
egoísta
um puta dum egoísta
que não ama
nem deve
segue assim
só que segue assim pra lá
puta dum egoísta
segue assim pra lá
que aqui não da
não conecta
não trabalha
puta dum egoísta
puta dum egoísta
puta dum
dum dum dum

sábado, 21 de janeiro de 2017

vamo?

Eu te como com os olhos
Com as mãos
Eu te como com as palavras
Com a mente
Te como em qualquer ambiente

Te como com angu
Com poemas
Eu te como sem problemas
Te como com meu corpo
Com meu dorso

Eu te como até o caroço
Te como na parede
No chão e no teto
Te como com objeto
E longe de você

Eu te como sem você perceber
E gosto de ser
Devorado por você
Acordado ou dormindo
Eu gosto de ser comido

E gosto de te comer

Gosto de comer em conexão
Gosto da concessão
De quando a gente se enrosca
Se molha
E no olhar troca:
Vamos se comer?

quando a gente encontra Netuno

Só vejo gente bonita na rua
ando amando todo mundo 
apreciando as belezas
os corpos
os jeitos
os olhos
os olhares
os pelos
os cheiros
os toques
os abraços
os cabelos
ando compreendendo as pessoas
entendendo seus motivos
me apaixonando por elas

É que meu amor por você
me alargou
me abriu
e me desabrocha
como uma flor rosa
na boca da Deusa

e eu recebo o mundo

por consequência, 
o mundo me recebe também
me acaricia
me aplaude com uma chuva de crianças amorosas
que me soterra de abraços

e eu
sigo amando
sigo te amando
sigo amando o mundo
e me amando ao amar

Tenho a impressão de que
quando a gente ama
a gente deixa uma etapa pra trás
e chega ao pico de onde podíamos chegar

e daqui pra frente
só resta
expandir o amor
amar cada vez mais
até o mundo se transformar
como só o amor transforma a gente

decidi aprender com verbos

Decidi amar sem reservas
sem conservas
sem receio

Decidi amar sem medo

Me derramar
Me dominar
(pra não esgotar)
não sufocar

Decidi não me importar
aprendi a confiar
a presente estar
aprendi a falar

a trocar
a acariciar
a dar
e a distanciar

Aprendi a receber
a esperar
a não pirar
a suportar

Aprendi a sustentar
decidi aprender
decidi ser e estar
decidi amar

sem medo
sem reserva
sem receio

Sem orgulho

E aprendi a me orgulhar
do meu amor
e me autorizar
a me entregar
a quem
me merecer

reflexo

se apagam nossas cores
padronizam nossa vida
eliminam o que chamam de feio
excluem, expulsam
empurram sua força
sua eficácia
querendo mostrar-se efetivo
tentando
tentando
oprimindo

onde é que nós
individualmente
e em grande volume
fazemos o mesmo?

pois
por que estranhamos
quando o prefeito o faz
fora
se fazemos conosco
dentro?

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

vidanta

escrevo com o meu coração

pinto paredes com as minhas vísceras

reboco com a minha mente

rego com suor
o que plantei comigo mesmo

sento-me à sombra de uma casa desconhecida

e vivo

me perguntando se devo morar em você

escuto o que o vento me traz
e as brisas que correm aqui 

dentro

eu procuro

escuta
daí
e daqui

sábado, 14 de janeiro de 2017

cuide

Sou forte e autossuficiente
mas também nado nas águas profundas
da necessidade de ser

cuidado

Essa não é a totalidade do meu ser
é só um
aspecto
dentre tantos
aspectos
Mas esse eu precisava lhe dizer:

Cuide de mim, baby

Sou frágil
Sensível 
Vulnerável

Cuide de mim, baby

Que também sou forte
Independente 
Inquebrantável

domingo, 8 de janeiro de 2017

Todos os dias

Eu me apaixono todos os dias que te vejo na cozinha
Esfregando uma panela
Olhando pela janela
Abrindo a torneira pro gato

Eu me apaixono todos os dias que te vejo acordando
Os olhos inda bambos
Com cheiro de corpo coberto
E a montanha do seu corpo deserto se estendendo sobre a relva-colchão 

Eu me apaixono todos os dias que te vejo rindo e falando
Dançando, cantando
Interpretando
E se divertindo com os seus

Eu me apaixono todos os dias por você 
Todos os dias
Mesmo quando acho que desapaixonei
Eu me apaixono de novo
Dia a dia
Minuto a minuto

A cada mensagem
A cada conversa
Cada lembrança

Lembra quando nos conhecemos?
A gente se analisou
Se esquadrinhou
E se beijou

Quando é que eu vou poder te dar um beijo?
Agora uai
E pronto
Me apaixonei
Rápido assim
Eu
De coração mole
Ja estava apaixonado
E sigo me apaixonando

eu te chupo

Eu te chupo 
Eu te mordo
Eu te bebo

Tenho muito amor pra dar
Você pode suportar?

Sou como um leão 
que na selva do teu corpo
caça o prazer 
Desbravo a floresta
Em busca dos seus gemidos 
E gritos
E pássaros voam
O céu balança 
E você chove em mim
E eu chovo em você 

Eu te chupo 
Eu te mordo
Eu te bebo