sexta-feira, 22 de julho de 2016

fixo

eu
e meus eus
que viajam em mim

fazem as conexões neurais
me levam
se encontram

e a solitude não é solidão
é momento
e eu melhor rebento

quando estou só

só eu 
e meus eus
que viajam

encontram caminhos
e destinos
meu punho soca o ar

eu
e meus eus
que viajam

sabem de tudo
navegam futuros
desvendam passados

só eu
com meus eus
viajando

seguros do mundo
seguros de tudo
incapazes de se bastarem

eu
e meus eus
viajamos

pacíficos
restritos
resolutos

2 comentários:

  1. Acabo de descobrir seus escritos aleatoriamente nesta vasta internet e eles me tocaram! Desde o blog do nuti. Inútil o comentário, mas sempre válido saber que alguém te lê. Meus parabéns! de coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau, é estimulante ler um comentário como esse. Muito grato!

      Excluir